Em 2005 e 2006, o Madrigal foi um dos espaços da programação da Mostra
Em 2005 e 2006, o Madrigal foi um dos espaços da programação da Mostra

A nona edição da Mostra Cinema Conquista será dedicada ao último cinema de rua de Vitória da Conquista e seus personagens. Desativado em 2007, o Cine Madrigal completa 45 anos de sua fundação. Antes de baixar suas portas definitivamente, o cinema buscou público exibindo filmes de apelo sexual, proibidos para menores, e clássicos do “bang-bang”. Atualmente, o prédio está fechado, mas já serviu como sede de uma igreja protestante.

Mais de mil pessoas assistiram ao filme "Terra Estrangeira" no Madrigal. Ao centro, o ator Matheus Nachtergaele
Mais de mil pessoas assistiram ao filme “Terra Estrangeira” no Madrigal. Ao centro, o ator Matheus Nachtergaele

Inaugurado em maio de 1968, o primeiro filme exibido no Madrigal foi “A noite dos generais” com capacidade para mais de mil pessoas. Outros longas fizeram parte da história do cinema por conta de estreias com a sala de exibição lotada, como “Titanic”, “O homem aranha” e “Terra estrangeira”, exibido quando Walter Salles estava na cidade gravando “Central do Brasil”. Após mais de trinta anos de atividade ininterrupta, o cinema enfrentou crises por conta da falta de público. Chegou a ficar fechado entre 2001 e 2002, já sob propriedade da empresa Art Filmes.

baleiro-de-conquista

A Mostra Cinema Conquista acontece de 1º a 6 de setembro, com exibição de 40 filmes brasileiros, entre longas e curtas-metragens, além da realização de oficinas, debates, conferências, exposições e lançamento de livros. A programação acontece no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, no campus da Uesb de Vitória da Conquista, em praças públicas e em distritos da cidade.
O evento ainda irá lembrar de pessoas que fazem parte da história do Cine Madrigal, como o Senhor Ferreira, Zé Baleiro (foto ao lado) e Raimundo Menezes.

CALENDÁRIO ESTADUAL – Nesse ano, a Mostra passa a integrar o calendário de eventos culturais do estado da Bahia. “O evento ganha reconhecimento como atividade cultural regular ao fazer parte do Edital Eventos Calendarizados do Governo do Estado”, destaca a nota enviada pela organização.

Confira abaixo reportagem de Judson Almeida e Humberto Filho, exibida pela TV Sudoeste em 2010, sobre o Cine Madrigal.

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=1ZRk7OtKSkY’]

Deixe uma resposta