Vem ni mim Natal da Cidade

0160683a-6500-42ff-8d08-9d814687bfbd

Nunca antes na história desse país se falou tanto “apesar da crise” e “banda Calypso”, ainda assim, a Prefeitura de Conquista não teve que entrar nessa onda e vamos SIM ter o Natal da Cidade, que é para mim o melhor evento musical público da Bahia (e melhor até que muitos festivais pagos que acontecem por aí). Primando por qualidade desde a sua primeira edição, em 1997, o conceito é o mesmo na edição de 2015, mesmo com uma programação mais enxuta.

“Conquista broca”. “Conquista arrasa”. “Conquista é top”. São esses os comentários que sempre ouço quando falo do Natal da Cidade, principalmente para pessoas que não são daqui. Um evento que não se rebaixa ao rebolation, ao ai se eu te pego, ao apelo midiático – e por isso mesmo não vai ter Calypso – e que não se convence da ideia de que um governo tem que levar para a praça o que “o povo gosta”, afinal de contas isso é muito relativo. Ainda assim, atende à expectativa do público – ora mais, ora menos.

Afinal, é claro que Conquista tem público para a boa música brasileira, para shows instrumentais, para a música clássica. Sim, aqui, esse povo existe (e deve existir em outras cidades também) – e tem a oportunidade de assistir, civilizadamente, a nomes como Arthur Moreira Lima, Milton Nascimento, Gal Costa, Edson Cordeiro, Zizi Possi e Yamandú Costa num evento totalmente gratuito e em praça pública, até mesmo embaixo de chuva, como já aconteceu. E esse povo tanto existe que a praça está sempre cheia, principalmente por um motivo: o Natal da Cidade, assim como a Mostra Cinema Conquista, é também formação de plateias.

Com 14 Bis, Beto Guedes, Antonio Nóbrega, Orquestra Neojibá, Marcelo Jeneci, Vander Lee e Cidade Negra não vai ser diferente. Que venha mais um ‪‎Natal Da Cidade‬ e que ele seja, como tem sido tradicionalmente, uma verdadeira celebração cultural!

As atrações convidadas para o Natal da Cidade foram divulgadas hoje pela Prefeitura.

Ps.: ano passado eu já tinha exposto aqui o meu orgulho… Orgulho da gente: Natal da Cidade.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *