Conheça uma curiosidade da história de Vitória da Conquista: o mistério das pombas poedeiras. O relato está no livro “A Conquista dos Coronéis”, de Durval Menezes.

AS POMBAS POEDEIRAS

Em 1899, o Sertão da Ressaca foi assolado por uma grande seca jamais vista por toda a região, e a cidade de Conquista foi invadida por centenas de flagelados famintos, com quem a população teve de repartir o pouco alimento que ainda restava. Surpreendentemente, de um momento para outro, o céu escureceu e ficou coberto por uma nuvem composta de milhares de pombas de arribação, que fizeram um voo rasante sobre a cidade e, misteriosamente, desapareceram por trás da Serra do Piripiri.

No dia seguinte, a população foi surpreendida com uma quantidade impressionante de ovos deixados pelas pombas, o suficiente para saciar a fome de centenas de pessoas. A cidade inteira deslocou-se até o local, a fim de presenciar o “Fenômeno das Pombas”. As pessoas corriam afoitas em direção à Serra e  retornavam com cestos, cabaças e potes cheios de ovos.

Este fenômeno ficou conhecido como “As Pombas Poedeiras” e, para os devotos da religião católica e outras seitas, como “O Milagre das pombas da Serra do Piripiri”. São vários os documentos históricos que registram a fome de 1899 e esse fato.

(Ilustração: Gil Brito)

Deixe uma resposta