Os arquivos de Millarch

Saiba quem foi Aramis Millarch, acesse o Tabloide Digital e tenha verdadeiras aulas de jornalismo e cultura!

foto-aramis-e-nanacaymmi

Conhecer o folclore em torno de João Gilberto, rever quem concorreu e venceu nos diversos festivais do Brasil, tanto nos de cinema como Gramado, quanto nos de música como os nacionalmente reconhecidos Prêmio Sharp e Festival Carrefour ou os regionais e nativistas como o Fercapo. E que tal esticar numa viagem ao glamour de Hollywood revivendo a história do Oscar, seus indicados, vencedores e injustiçados?

Das denúncias que fazia em sua cidade natal, Curitiba, à defesa e difusão da nossa MPB em âmbito nacional, passando pela divulgação das obras primas de Woody Allen, Federico Fellini ou Akira Kurosawa – mestres cada um ao seu estilo da fascinante sétima arte.

E porque não compartilhar a sua paixão pelo jazz de Chet Baker, pelas canções de Tom Jobim, ou pela voz mellow de Ella Fitzgerald e Louis Armstrong? Os quadros de Juarez Machado, as primeiras notícias sobre o teatro essencial de Denise Stocklos, os poemas e letras de seu eterno ídolo Vinícius de Moraes: este é o Tabloide de Aramis Millarch!

O Tabloide Digital tem como objetivo de transformar em formato digital a maior quantidade possível dos textos redigidos por Aramis Millarch (por mais de 30 anos ele publicou diariamente sua coluna Tabloide) permitindo, assim, a preservação de parte da nossa memória cultural. Além disso, o site disponibiliza áudios de entrevistas realizadas com importantes artistas e personalidades da cultura, como João de Barros, Rosa Maria, Gilberto Gil, Simonal, Maysa, Miucha, Zezé Motta, Paulinho Nogueira, Elomar Figueira Mello, Elis Regina, Roberto de Regina, Paulo Tapajós, Arrigo Barnabé, entre tantos outros; além de fotos e demais materiais gráficos significativos, como gravuras, cartas e autógrafos.

Em síntese, o Tabloide Digital é uma obra de referência única em seu conteúdo, explorando todos os recursos tecnológicos disponíveis. Este projeto é, na verdade, inspirado na constante preocupação do próprio Aramis com a preservação da informação.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *