O menino da foto

A foto de Lula carregado pelo povo ao fim do ato em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, no último dia 7 rodou o mundo. O registro, histórico, se tornou símbolo do dia em que o ex-presidente se entregou à polícia, após a ordem de prisão expedida pelo juiz Sérgio Moro. Mas, quem fez aquela foto? Foi o que muitos se perguntaram.

A foto é de um garoto de 18 anos. Francisco Proner Ramos.

Curitibano, Francisco começou a fotografar com 14 anos, já registrando temas relacionados a movimentos sociais e às contradições da sociedade. Apesar da pouca idade, sua trajetória faz inveja para muito fotógrafo experiente.

Em 2015, percorreu todas as Américas, Europa e Ásia numa expedição de volta ao mundo de carro com o pai. A partir dela, publicou o livro “Nossa Grande Viagem” com textos e fotos relatando a experiência.

No ano seguinte, venceu quatro vezes o concurso Sua Foto da National Geographic Brasil. Contribuiu para as redes Mídia NINJA e Jornalistas Livres durante a cobertura das manifestações e da crise política do Brasil.

Em 2017, concluiu o curso de Dramaturgia e Escritura Documental na Escola Internacional de Cinema e Televisão (EICTV) em Cuba. Foi convidado pela agência internacional Magnum Photos para um workshop de sete dias, com outros 200 estudantes de toda a Europa em um programa de formação de estudantes universitários.

Em seu site, afirma que seu objetivo é “contar a história das pessoas que menos recebem atenção”. Para ele, a fotografia tem o poder de conscientizar e de mudar a sociedade.

Francisco é filho do advogado e professor Wilson Ramos Filho, um dos fundadores do PT e da CUT, e de Carol Proner, também jurista e professora de Direito. Atualmente, ela namora com o cantor Chico Buarque.

O jovem é integrante do coletivo Farpa Foto.

A foto foi destaque no NY Times

Compartilhe!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *