Em Salvador, Lula e Dilma comemoram 10 anos de governo petista

PT10ANOSBAHIA12

 

A capital baiana recebeu o último seminário “O decênio que marcou o Brasil” do Partido dos Trabalhadores, com o tema “Participação Popular e Movimentos Sociais” nesta quarta, 24. A ideia do partido era realizar em dez capitais, mas só aconteceu em seis, o encontro para comemorar os dez anos de governo petista, iniciado pelo ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva em 2003.

Em Salvador, o ex-presidente Lula iniciou o seu discurso já fazendo referência às manifestações que ocorreram pelo Brasil nos últimos meses. “Tem gente querendo fazer com que as pessoas esqueçam o que fizemos nos últimos dez anos”, afirmou. “Nós temos o direito de reivindicar tudo que falta, mas temos a obrigação de reconhecer tudo que conquistamos”.

Lula ainda disse que foi o PT quem “ensinou aqueles de baixo que eles podiam ter vez e voz” e que, durante seu governo, o brasileiro “conquistou o direito de andar de cabeça erguida”. E foi além ao analisar os 10 anos de governo: “Eu fico pensando o que seria o Brasil sem o PT”, mas disse, que ao olhar para trás, reconhece que poderia ter feito muito mais.

397022_563212223716872_1429549671_n

A presidente Dilma também fez referência à manifestações: “vejo gente tentando interpretar a voz das ruas como a demonstração de que nada foi feito até aqui”. Ela afirmou que as mudanças estão sendo feitas e que são apenas o começo. “Sabemos que democracia gera desejo de mais democracia”, disse a presidente.

Dilma pediu aos militantes petistas que defendam o legado dos dois governos para que se estabeleça um “pacto pela verdade histórica” na comparação com a oposição tucana. “Que é para quando disserem que a inflação está fora de controle, saberem que não é verdade. Estamos vivendo o décimo ano seguido de controle da inflação. Em 1999, a inflação estava em 8,94%, quando a meta era entre 4,5% e 6,5%”, disse. “Eu faço questão de elencar todos esses dados porque quero que se crie um pacto pela verdade histórica e política neste país”.

“Eles tentam fazer acreditar que atualmente estamos no marco zero. Mas as mudanças não são de agora, já é um longo processo que completa dez anos”, declarou.

O seminário aconteceu no Othon Palace Hotel com a presença do governado da Bahia, Jaques Wagner, e do presidente nacional do PT, Rui Falcão, além de várias autoridades de partidos aliados.

MANIFESTAÇÕES – Próximo ao hotel, ocorreram manifestações promovidas pelo Movimento Passe Livre, a Associação dos Pescadores e Marisqueiras, o Sindicato dos Médicos e o Movimento Nacional de Luta pela Moradia. Mas, houve descontentamento também dentro do próprio hotel: alguns petistas ficaram revoltados após serem impedidos de entrar no salão de conferências. A ordem teria partido da segurança da Presidência da República, sob a alegação de que a capacidade máxima do espaço tinha sido atingida.

Compartilhe!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *