Elomar vai ocupar São Paulo

interna_ai_menor

Um cavaleiro de botas e com chapéu de couro será visto, no próximo sábado, entre homens de paletó e gravata. Fora do seu universo, esse cavaleiro fará morada entre os arranha-céus do maior centro financeiro do país. Trocará o solo seco e árido do sertão baiano pelo asfalto paulistano, o céu azul do interior pela paisagem cinzenta da capital. Deixará de ver os bodes e os carneiros pela janela para avistar os automóveis em imensos engarrafamentos.

Não, esta não é uma profecia da mudança de Elomar para São Paulo. O cantador estará por lá apenas de passage.

É que do próximo dia 18 de julho até o 23 de agosto, o Itaú Cultural da avenida Paulista vai se transformar na Fazenda Casa dos Carneiros. Será a exposição Ocupação Elomar, que irá reunir os elementos do universo elomariano: registros, objetos e memórias que revelam de onde surgem as referências que, para além da música, habitam romances, poesias e peças de teatro compostas pelo menestrel conquistense.

A ideia é reproduzir, lá no coração da selva de pedras, os encantamentos do sertão profundo.

Além da mostra, a programação inclui três apresentações do concerto “Da Carantonha mili léguas a caminhar”, no Auditório Ibirapuera. Acompanhado pelos malungos João Omar e Heraldo do Monte, Elomar revisita seu cancioneiro em cerca de 90 minutos.

A programação ainda terá intervenções, literatura de cordel, roda de conversa, apresentações musicais de outros artistas e a exibição do filme “A Roza”, narrado pelo cantador.

SERVIÇO

Ocupação Elomar
Abertura: sábado, 18 de julho de 2015, das 11 às 13h.
Visitação: de 18 de julho a 23 agosto de 2015
De terça a sexta, das 9 às 20h; sábado, domingo e feriado, das 11 às 20h.
Local: Itaú Cultural – Piso Paulista (Av. Paulista, 149)
Entrada gratuita.

Da Carantonha mili léguas a caminhar
Sábado, 18, às 21h, e domingo, 19 de julho de 2015, às 19 e às 21h.
Local: Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer (Av. Pedro Álvares Cabral – Parque do Ibirapuera)
Entrada: R$ 20 / R$ 10 (meia)

Programação completa no site do Itaú Cultural.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *