Elba, entre o carnaval e o São João

12823001_1261045480591235_2097964925_o

Fevereiro se foi com o ar de carnaval e entrou março já com cheiro de São João. Aí, Elba Ramalho veio a Vitória da Conquista no segundo dia do mês, para um evento corporativo, e fez do palco um trio elétrico e um barracão junino, ao mesmo tempo. Minutos antes de ser anunciada, ela garantiu no camarim: “é um show com muito forró gostoso pra gente dançar”.

12810167_1261045373924579_1983391998_o

Fotos: Rafael Flores

Elba não apresentou as canções do “Do Meu Olhar Pra Fora”, disco que figurou entre os melhores de 2015, nem o repertório do mais recente em homenagem a Gonzagão, mas começou colocando o público para arrastar o pé, como prometeu. A paraibana começou com “Anunciação”, emendou com “Gostoso demais”, “Sala de reboco”, “Sabiá”, “Festa do interior” e “Pagode russo”.

Na entrevista, ela falou do repertório. “É um repertório variado, com os sucessos, as coisas que eu já gravei e as que estão aí e que as pessoas gostam”. Mas, ninguém imaginaria que Elba, um dos grandes nomes da MPB, conhecida dentro e fora do Brasil por gravar grandes nomes como Chico Buarque, cantaria Edson Gomes (“Árvore”) e dois sucessos da banda Eva (“Vem, meu amor” e “Eva”). Parecia mesmo que a cantora, apesar de já estar com um pé no São João, não queria se despedir do carnaval. Tanto que terminou sua apresentação cantando “Banho de cheiro” e “Frevo mulher”.

AvAAPM2sG1qxdo63w5KHpRU_NGbRAE2Fse4vFKCBThzl

Foto: Anderson Oliveira

Mas, antes, pedindo sugestões da plateia, cantou Elomar, quem ela considera um compositor extraordinário, “um visionário bonito”. “Acho que eu fui a primeira cantora a gravar Elomar”, disse no palco antes de improvisar com a banda a canção “O violeiro”, que ela gravou em seu segundo disco, “Capim do vale” (1980), e relembrar versos de “O pidido”, gravada por ela em 1981. E lembrou que foi com “O violeiro” que ela abriu uma apresentação de artistas brasileiros em Angola, em 1979, época de conflitos no país que lutava por sua independência. “Lembro que o estádio veio abaixo quando cantei ‘se eu tivesse de viver obrigado, antes desse dia eu morro’. Ficou marcado em mim”.

LANÇAMENTO – Elba foi a atração convidada para o lançamento do Residencial Haras Camping Clube, empreendimento da Schittini Incorporadora, que está em construção em uma área com mais de 900 mil m², já no território de Barra do Choça (a 16 km de Conquista). O residencial, com conceito de campo, reúne equipamentos como pista de equitação, lago, quadra de tênis, salão de eventos, piscinas e academias, visando mais qualidade de vida e bem-estar aos seus futuros moradores.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *