Descoberto sítio paleontológico no planalto da Conquista

Fóssil com cerca de 20 quilos pode ser de um mamífero gigante

Uma descoberta surpreendeu o empresário e artista plástico conquistense Allan Kardec Cardoso. Uma região na enconsta do planalto da Conquista com dezenas de ossos fossilizados que pode ser o maior sítio paleontológico da Bahia.

Os ossos se encontram numa região de cerca de 50 mil m² e que fica alagada quando chove. Segundo Kardec, a descoberta é recente e tudo ainda está no campo da especulação. “O sítio paleontológico pode ser maior ou menor que essa área, mas pela forma em que se encontram, deve ter fósseis em todo esse perímetro e não é de um só animal, são de dezenas”, conta. Um estudo detalhado, que dependerá de escavações e do isolamento da área, poderá fornecer informações mais exatas e confirmar o lugar como o maior sítio paleontológico da Bahia.

“O local é uma área de povoamento, de atividade econômica, e isso é perigoso pela preservação, tanto que recentemente, ao escavar um poço encontraram mais peças”, relata o empresário, que apresentou uma fóssil de cerca de 20 quilos, e que aparenta ser parte de um membro de algum animal.

Ainda sobre as suspeitas já levantadas, Kardec adianta que “muito provavelmente esse local era uma lagoa e ao seu entorno tinha muita vida. Os ossos devem datar entre 10 e 20 mil anos e podem ser de animais mamíferos como uma preguiça gigante, um mastodonte ou um cavalo gigante. Ocorre que o lugar se transformou num cemitário de animais, ou por rolamento ou atolamento, de alguma forma houve um processo de concentração desses ossos no local”.

Pesquisadores do Museu Geológico da Bahia já foram informados sobre a descoberta e irá visitar a cidade para conhecer o local e iniciar pesquisas na região e nas peças encontradas.

O local onde se encontram os ossos não foi divulgado por uma questão de segurança, pois além de atrair curiosos, os fósseis costumam ser alvo de mercado ilegal.

Outras peças apresentadas por Kardec

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *